Hip Hop nas Escolas

Cultura como Antídoto 
  
"Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção".  (Paulo Freire)


Vencedor do Prêmio Educação RS 2019

Esta etapa é uma parceria do Festival Música de Rua com o Rapper, ativista social, Mestre e Doutorando Chiquinho Divilas, e tem como objetivo oportunizar aos estudantes o “fazer artístico”, em um espaço de fruição das artes, promoção da cidadania e inclusão pela CULTURA utilizando o HIP HOP e  seus elementos – DJ, MC, Break, Grafitti e Conhecimento, como potente ferramenta de comunicação, educação e civilidade.



Como?
  • Sensibilizar profissionais da educação quanto à importância do trabalho com a cultura popular em sala de aula;
  • Instrumentalizar os jovens no trabalho com a Cultura Hip Hop na busca de suas identidades;
  • Promover em jovens um espaço de reflexão sobre si mesmo e o seu lugar social, contribuindo na construção de valores, expectativas, realizações e sonhos;
  • Realizar oficinas que despertem o gosto pela cultura e a arte; gerando pensamento crítico entre os estudantes.
  • Proporcionar aos jovens estudantes espaços de experimentação do fazer artístico;
  • Proporcionar a inclusão da comunidade no processo de autoestima, pertencimento e identidade.

Metodologia

1º dia – Palestra - O estudo é a Cura
2º dia – Palestra – Genealogia do Hip Hop
3º dia – Oficinas – Rima, Dança, Discotecagem profissional, Conhecimento – Ativismo Social, Pajada o RAP do Pampa
4º dia – Oficinas - Rima /gravação, Dança, DJ , Conhecimento – Escola de Líderes, Pajada o RAP do Pampa
5º dia – Show do Chiquinho Divilas , Projeto RAPajador, apresentação de oficineiros e estudantes

Os apoiadores são: Marcopolo e Fundação Marcopolo, Focco Sistemas de Gestão, Dakota Calçados e Kolosh, Quadrinhos Culturama e Fecomércio/SESC RS.